Vampiro: A Máscara, 15 imagens marcantes.

Vampiro capa

No início da década de 90 o mundo do RPG teve uma reviravolta. Em um universo de RPGs acostumados a serem ambientados em mundos fantásticos e medievais seguindo todo o legado do D&D surgiu um novo RPG com uma narrativa mais adulta, política e “real” ambientado em um mundo das trevas. Este foi o Vampiro: A máscara.

Com uma mecânica diferente, que lhe rendeu em 1991 o prêmio Origins Award por Melhores Regras, o jogo era muito centrado no convívio, política e na luta pessoal do morto vivo que mesmo sendo um monstro nem sempre consegue se ver dessa forma, tudo isso com um mundo complexo e rico como base das aventuras.

Meu contato com o sistema de Vampiro já foi após sua revisão, que se deu em 1998. Folheando o livro ficava maravilhado com os detalhes das personalidades de cada clã, dos rituais e disciplinas que conseguiam dar vida a um mundo fantasioso. Além disso, as ilustrações, “inaugurando” o estilo fotorealista, por serem em preto e branco contrastavam com as cores do demais RPGs, ajudando ainda mais na ambientação neste novo mundo.

Em 2004 Vampiro: A máscara foi adaptado e simplificado por sua atualização Vampiro: O Réquiem.
Este post não serve para entrar em detalhes do jogo e sim mostrar 15 imagens dos diversos livros de Vampiro: A Máscara que me marcaram e me remetem àquela época em que pude ler o livro pela primeira vez e jogar este excelente RPG. Lá vão:

 

Livro A arte de Vampira A Máscara

 

Livro Base

 

Imagens coloridas ilustram a edição de 20º aniversário.

 

Vampiro d

Nosferatu

 

Vampiro f

 

Vampiro g

 

Vampiro h

 

Vampiro i

 

Vampiro j

 

Vampiro k

Possessão Demoníaca permite que um vampiro inserira
uma alma em um corpo recém-morto. Isso não transforma
o cadáver reanimado em outra coisa que não um cadáver
reanimado, que irrevogavelmente apodrece depois de uma
semana.

 

Vampiro l

O Necromante obtém um pedaço de um corpo morto e
ferve em uma panela com meio quarto (ou meio litro) de
vitae vampírica. Para este guisado, o necromante
acrescenta alecrim (para memória), manjericão (a erva
funerária) e sal (o princípio alquímico do esclarecimento).
Depois de levar a mistura para plena ebulição, o
necromante come.

 

Brujah

Brujah

 

Vampiro o

 

 

Desenhos em preto e branco.

 

Tomara que vocês tenham conseguido reviver um pouco os tempos áureos do Vampiro através destas imagens, assim como eu.

Depois da experiência jogando Vampiro: A Máscara acabei comprando o livro dos seus arqui-inimigos: Lobisomem: O Apocalipse. Um dia também vou postar as minhas ilustrações preferidas deste.

 

lobisomem

Abraços.

Comentários

Comentários

Be the first to comment

Leave a comment

Your email address will not be published.


*