Fliperama ou Arcade desde os primórdios até quase hoje em dia

A galera da nova geração está acostumada a jogar online,  mas para as gerações anteriores o normal era bater um contra e os coop era dividir os controles em um espaço pequeno dos fliperamas.
Hoje em dia é muito difícil você encontrar um fliperama (que também é conhecido como arcade ou até carinhosamente conhecido como “fliper”), entretanto nos anos 80 e 90 era muito comum encontrar fliperamas em shoppings e em até em lugares menos badalados como os bares de pinguços. E foi nos bares onde passei mais tempo jogando “fliper”, pois lá era mais em conta comprar a ficha para jogar e, como estou falando de anos 80 e 90, passeio em shoppings não eram tão frequentes. Além disso, para ter um vídeo-game  em casa era complicado, então os bares dos “Seu Zés” era o ponto de encontro da galera.

notempodofliperama

Como já disse acima, ir à fliperamas de shopping eram coisas raras, então neste post falarei do flipers que existiam nos bares da vida, onde a alma gamer da galera dos anos 90 foi moldada. Como sou nascido em 1987, nos anos 90 eu era apenas um criança magra que gostava de jogar seu Super Nintendo (que na minha opinião é o melhor console ever), entretanto, a galera mais nova pode até estranhar, mas os jogos que eram lançados para arcades (fliper) eram muito superiores aos de console e esse era o atrativo para frequentar bares que normalmente eram comandados por um dono mal humorado e frequentado pelas pessoas mais esquisitas possíveis, e como nesse post vou falar do meu eu criança, tinha medo de quase 90% do que existia nesses lugares.

double-dragon-jogo-neogeo download maxresdefault

Esses eram os clássicos que geralmente eu encontrava, sempre rezava para sobrar o troco do pão para poder passar no bar escondido da minha mãe, pois ela sempre falava que eu tinha vídeo-game e  não precisava ficar em bar gastando dinheiro (até hoje ela diz isso hehe), mas como já citei aqui sempre tinha pessoas estranhas nos lugares que tinham fliperamas, e era certo, podia estar vazio o bar, mas se você entrasse lá e pedisse uma ficha para jogar logo chegava um escroto que pedia para pegar ou 1 round ou 1 vida. Também tinha aquele filho de uma boa mãe que ficava esperando alguém comprar uma ficha para jogar Street Fighter 2 e então esse otário já chegava falando: “vou botar contra”, e te destruía rápido. Você pode até não ter noção do que seja isso, deixa eu dar um exemplo, é como se esse cara fosse um camper nos jogos atuais.
Quando eu digo que esse lugares realmente eram bizarros, que algumas máquinas no fliperama tinham cinzeiros, pois muita gente mais velha frequentava esses lugares e se você desse mole alguns deles tomavam suas fichas 🙁 .

Sem título

Mesmo esses lugares sendo estranhos, a galera sempre estava nos fliperamas, pois era lá que conhecíamos as novidades, pois era uma época que não tínhamos acesso à Internet, então era mais difícil saber dos lançamentos, e foi quando conheci a maravilhosa franquia que veio para ser concorrente do Street Fighter 2.

notempodofliperama3

Mano do céu, Mortal Kombat foi marco na história dos games e toda aquela violência era sensacional. Eu lembro a primeira vez que joguei, foi um misto de adrenalina com sentimento de culpa por achar que estava fazendo algo extremamente errado, mas era do caralho isso.

notempodofliperama4

Então o tempo foi passando e quase não apareciam novidades, foi então quando a Capcon e a SNK entram com tudo no ramo dos arcades, e sempre era uma novidade. Dessas marcas os que eu estava especializado eram The King of Fighter 97 e X-men vs Street Fighter, mano de céu, como eu joguei esses dois, entretanto os consoles estavam começando a ficar melhores que os arcades e foi aí que a locadoras e até pessoas comuns em suas garagens estavam colocando vídeo-games para galera jogar cobrando por hora, mas isso é assunto para outro post.

Muito gamers da nova geração podem até não ter conhecido ou ao menos nem entender o que eram os fliperamas, mas se hoje temos consoles potentes como PS4 e Xbox-One e se somos competitivos hoje em mobas ou fps, imagina um contra de Street Fighter 2 com uns 5 moleques e 4 pinguços gritando na sua cabeça?

Se você também é dessa época, comenta aí no post alguma história curiosa dessa época.

Grande abraço.

Rafael

 

 

Comentários

Comentários

Readers Comments (2)

  1. Faaalaa Rafa!

    Assino por baixo todo o conteúdo e coloco além de Mortal Kombat, o Street Fighter como Beat ñ Up da época de 90 entre os milhares de games da época que tanto marcaram época..

    Dá 1 bizú no MAME que fiz pra jogar no meu pendrive em qualquer lugar.

    Link: http://copiapop.com/retrovicio/multijogos-104259

    http://youtube.com/watch?v=R-In8X4yG_Q

    Abs.

    Responder

Leave a comment

Your email address will not be published.


*